O PICQ tem quatro edições anuais e fornece o certificado de proficiência a todos que conseguem obter a média.

Desde janeiro de 2021, o formato mudou com o aumento das questões relativas a diagnóstico (análise de casos) e a diminuição das questões teóricas.

De 8 casos de análise de diagnóstico por edição passou para 16.

De 24 questões teóricas passou para 16.

Além disso, a prova de cada edição que era a mesma para todos os participantes, agora é diferente para cada um deles.

O novo PICQ conta com um sistema e banco de dados de casos e questões que são selecionadas aleatoriamente pelo algoritmo do programa para cada candidato.

As perguntas são diferentes e também a ordem das alternativas de uma mesma questão.

Cada edição fica disponível para ser estudada e respondida por um período mínimo de 40 dias, conforme calendário divulgado no início do ano e disponível na página principal do site do PICQ

No site do PICQ: Acesse o portal (www.picq.org.br), em “Acessar área do participante”, “Participação”. Na tela de login clique na opção que deseja (Pessoa Física, Pessoa Jurídica ou Residência Médica) e siga os passos do site para realizar a filiação.

No site da SBP: Acesse o portal (www.sbp.org.br), em “Acessar área do associado”. Na tela de login clique na opção que deseja (Pessoa Física, Pessoa Jurídica ou Residência Médica) e siga os passos do site para realizar a filiação.

ANUIDADE PESSOA FÍSICA PICQ – (CATEGORIA PF-PICQ)

Opção 1 – Médico patologista/anatomopatologista associado adimplente da SBP.
Opção 2 – Médico Residente associado adimplente da SBP.

ANUIDADE PESSOA JURÍDICA PICQ (CATEGORIA PJ-PICQ)

Opção 3 – Representada por laboratórios ou serviços de Patologia, não havendo limite para participação de médicos patologistas/anatomopatologistas associados adimplentes da SBP para cada inscrição.

ANUIDADE RESIDÊNCIA MÉDICA (ANUIDADE RM-PICQ)

Opção 4 – Para médicos residentes sob a supervisão de um médico patologista/anatomopatologista. Todos devem ser associados adimplentes da SBP.

O PICQ é móvel para Pessoas Física e Jurídica. Assim é possível se inscrever em qualquer época do ano, sempre até 2 semanas antes do encerramento da edição vigente.

Através do site https://picq.org.br ou clicando no botão “Acessar o PICQ” no canto superior direito da tela. O login é realizado com o código de participante e a senha.

A cada associado com participação no PICQ (PF, PJ ou RM) a SBP atribui um código. É através dele que todos os dados são processados. Isto garante o sigilo necessário para o funcionamento do programa. O código do participante será sempre o mesmo, desde que não mude a categoria de participação. Se isto ocorrer, a SBP fornecerá um novo código.

O certificado de participação fica disponível no site do PICQ, área do participante, na opção “Certificados & Recibos”, após a confirmação do pagamento da anuidade.

Cada edição pode ser respondida gradualmente até o encerramento do prazo para envio das respostas.

As respostas são gravadas automaticamente e podem ser modificadas até o encerramento da edição. Terminado o prazo, o site não aceitará mais respostas e/ou modificações.

Ao fechar a edição, o sistema considerará todas as respostas finalizadas, mesmo que não tenham sido respondidas as 32 questões.

A partir de 2021, a pontuação dos casos e questões do PICQ (edição 89) seguem as regras abaixo:

Os casos têm peso de 0,375 cada. A prova de casos, contendo 16 casos, vale 6.

As questões têm o peso de 0,25 cada. A prova de questões, contendo 16 questões, vale 4.

Desta forma, o programa valoriza o principal papel do patologista, formular diagnósticos.

Uma chance para melhorar a nota em cada edição.

É preciso participar de atividades extras que são avaliadas: ler um artigo, participar de uma aula on-line da SBP ou analisar o caso do mês. Depois, responder a questões referentes à atividade.

O Bônus de cada edição vale no máximo 10 pontos que é incorporado à nota do participante.

Vale para quem não atingiu a média e para quem deseja aumentar sua nota.

As opções de bônus são liberadas após finalização da edição e ficam disponíveis por 15 dias corridos.

O Calendário anual encontra-se disponível na página principal do site do PICQ.
Sempre que uma nova edição é disponibilizada para estudo, o status dela é alterado no calendário.

Cada edição fica disponível para ser estudada e respondida por um período mínimo de 40 dias, conforme calendário disponível na página principal do site do PICQ.

Encerrado o prazo não há possibilidade de alterar ou inserir respostas.

A prorrogação do prazo de envio de resposta só será feita em casos onde algum problema administrativo ou operacional interno da SBP poderá gerar prejuízo ao participante.

Para verificar se todos os casos/questões foram respondidos, clique no menu no canto superior esquerdo e escolha a opção “Minhas Respostas”. Nessa área aparecerão os casos/questões e as alternativas escolhidas.

O handout é disponibilizado no site do PICQ após o prazo final de envio das respostas.

Para questionamento e solicitação de revisão, o participante deverá acessar o PICQ na área dos casos e questões para respostas que ficará liberado para questionamentos por 5 (cinco) dias corridos.

O questionamento deverá vir acompanhado de bibliografia científica pertinente.

O PICQ tem 04 edições por projeto e a proficiência é liberada no final da última edição do projeto em que está participando, lembrando que a menor média das edições é anulada.

Considera-se para cálculo da média geral as três melhores notas de cada participante. Sempre é desprezada a nota mais baixa, de forma que, se o participante deixar de responder a uma edição ele não é prejudicado.

A fórmula para cálculo da proficiência é dada por:

(µ – s) ≤ M
onde:
µ = Média geral;
s = Desvio padrão;
M = média do participante.

Obs.: A partir de 2021, o PICQ calcula a nota de corte por grupos: Pessoa Física, Pessoa Jurídica e Residência Médica.

Para obter proficiência é necessário participar de no mínimo 03 edições e atingir a média em todas.

Por ano o PICQ tem 04 edições e a proficiência é liberada no final da última edição do ano, lembrando que a menor média das edições é anulada.

O participante pode contribuir para o banco de casos a serem incluídos em edições futuras, permitindo agilizar a confecção das edições e manter o nível dos casos, tendo sempre o compromisso de retratar a realidade do próprio laboratório de Patologia Cirúrgica. Solicite o material de apoio.

Os Casos devem ser enviados completos e da seguinte maneira:

  1. Uma lâmina do caso;
  2. Dados gerais do caso: idade, sexo e um breve relato clínico;
  3. Uma questão sobre o diagnóstico (Ex. Qual o diagnóstico para esse caso?), com no mínimo quatro alternativas e apenas uma correta;
  4. Uma questão teórica sobre o caso ou outro tema com no mínimo quatro alternativas e apenas uma correta;
  5. Handout e bibliografia do caso e da questão teórica.

Os casos devem ser enviados para o e-mail picq@picq.org.br e serão avaliados pela Comissão organizadora do PICQ.

Para cada caso aceito pela Comissão e utilizado em uma edição será creditado o valor de R$ 506,25 para o autor utilizar em eventos científicos da SBP e de outras associações ou em depósito mediante apresentação de nota fiscal.

Os selos do PICQ só podem ser requisitados pelos participantes que foram proficientes no ano anterior. Esse selo adesivo pode ser utilizado como lacre dos envelopes de laudos e correspondência do laboratório ou ser colocado na própria correspondência ou laudo.

A SBP disponibiliza lotes de 1.500 selos.

Os selos podem ser solicitados durante todo o ano.

Para os inscritos no PICQ-Móvel será levado em consideração o período da proficiência. Solicite aqui.

Os selos não podem ser confeccionados em outra gráfica e também não podem ser impressos em formulários.

Todas as imagens contidas no site do PICQ (logomarca, fotografias, estampa do selo, etc.) são propriedades exclusivas da Sociedade Brasileira de Patologia, sendo proibido o uso ou reprodução sem expressa autorização da mesma.

Em caso de infração serão tomadas providências legais cabíveis.

A participação no PICQ vale pontos para Comissão Nacional de Acreditação (CNA).

Cada participante recebe 10 pontos por edição.